O crédito sério para as suas preocupações financeiras

O crédito sério para as suas preocupações financeiras

Se está a ponderar pedir um crédito para financiar desejos pessoais ou preencher lacunas financeiras no seu orçamento também deve pensar bem na escolha do parceiro financeiro certo. Infelizmente, existem muitas ofertas de crédito pouco sérias a circular (especialmente nas redes sociais) que visam apanhar consumidores inexperientes. 


Deve ter especial cuidado se lhe prometerem uma ajuda de urgência rápida sem uma apreciação de risco creditício ou taxas de juro manifestamente baixas. O que é distingue os burlões de crédito das instituições de crédito sérias?

Cuidado com as armadilhas - É assim que os mutuantes fraudulentos atuam 

Muitas vezes, os burlões de crédito exigem pagamentos adiantados mesmo antes de desembolsarem o crédito. As justificações para os montantes a pagar antecipadamente são geralmente pouco transparentes. Em muitos casos, estas taxas destinam-se supostamente a reduzir o tempo de processamento do desembolso do crédito. Caso surjam faturas na sua transação de crédito que sejam relativas a um alegado processamento de urgência, deve ficar alerta. Demasiadas vezes, consumidores insuspeitos pagam estas faturas e ficam depois à espera do seu crédito, em vão. Por isso, tenha em atenção que os pagamentos e a remuneração a intermediários de crédito devem ter sempre uma base contratual e que não deve fazer pagamentos adiantados no caso de faturas pouco claras. Se uma fatura lhe parecer suspeita, insista em que o mutuante desembolse primeiro o seu empréstimo, para sua própria segurança.

Verificação da solvabilidade para proteção da sua segurança

A lei federal suíça sobre o crédito ao consumo prevê que um intermediário de crédito está obrigado a realizar uma verificação da solvabilidade do consumidor. Desde 2003, os mutuantes estão igualmente obrigados a verificar individualmente o orçamento de cada consumidor, para garantir que a concessão de um crédito não conduzirá a um sobre-endividamento do consumidor. Aquando do cálculo do orçamento, procede-se à verificação de créditos já contratados, do montante de rendas, hipotecas ou outros custos correntes, entre outros. Nesse âmbito, são determinantes as rubricas de despesas de acordo com a circular aplicável no cantão de residência do consumidor relativamente ao cálculo do mínimo de subsistência ao abrigo do direito em matéria de execuções. Um consumidor será então considerado solvente, se, em princípio, um pagamento do crédito ao consumo no prazo de 36 meses for compatível com o seu orçamento (o mesmo se aplica caso seja estabelecido um prazo contratual mais longo, sendo que neste caso apenas devem ser considerados os juros para o período de 36 meses e não para uma duração contratual eventualmente mais longa).

 

A verificação da solvabilidade visa assegurar que o consumidor não incorre em sobre-endividamento em virtude da contratação do crédito, funcionando como um "apanhado" do momento da concessão do crédito. A verificação da solvabilidade não permite ter em consideração posteriores alterações das circunstâncias de vida. 

Especificidades no caso de um contrato de leasing

No caso de um contrato de leasing, a verificação da solvabilidade está sujeita a diretrizes ligeiramente diferentes. Também é possível contratar um leasing se o consumidor possuir ativos suficientes para poder pagar as prestações de leasing devidas. No entanto, nem mesmo um contrato de leasing pode ser celebrado sem a verificação da solvabilidade do consumidor. Contudo, por oposição ao crédito ao consumo, no caso do leasing, não está previsto que o crédito (mais juros incorridos durante 36 meses) possa ser amortizado pelo consumidor no prazo de 36 meses. 

O que pode esperar de mutuantes sérios

Como pode ver: na Suíça, as instituições de crédito estão sujeitas a obrigações legais para proteger os seus clientes do sobre-endividamento. Por conseguinte, um parceiro de financiamento de confiança na Suíça deve cumprir os seguintes requisitos: 

  • Os mutuantes sérios não divulgam as suas ofertas nas redes sociais ou no WhatsApp. 
  • As transações monetárias não são realizadas através de Western Union, MoneyGram ou vales.
  • Na maioria das vezes, os burlões de crédito oferecem taxas de juro manifestamente baixas e exigem pagamentos adiantados elevados ou pouco transparentes.
  • Por outro lado, os mutuantes sérios procedem a uma verificação da solvabilidade de acordo com a lei federal suíça sobre o crédito ao consumo, pois estão obrigados a verificar a qualidade de crédito dos seus clientes, a fim de proteger os particulares de uma insolvência ou de sobre-endividamento.

É assim que deve ser um contrato de crédito ao consumo adequado

Uma instituição de crédito suíça celebrará sempre um contrato de crédito ao consumo adequado consigo. Este contrato deve incluir especialmente os seguintes pontos:

  • O montante líquido do crédito
  • A taxa anual efetiva (não superior a 10 %)
  • Se aplicável, outros custos que não estejam contidos na taxa anual efetiva.
  • As condições que estabelecem em que momento se poderão alterar a taxa de juro ou os custos correntes.
  • Os custos resultantes do incumprimento das condições contratuais.
  • O eventual limite máximo do montante do crédito.
  • As modalidades de amortização (ou seja, montante, número e frequência das amortizações).
  • A referência a um direito a dispensa de juros no caso de reembolso antecipado.
  • As garantias exigidas.
  • O excedente orçamental (que é determinado aquando da verificação da solvabilidade).

Concessão de crédito sem risco

Os burlões procuram tirar partido de emergências ou problemas financeiros dos consumidores, contornando ao mesmo tempo as diretrizes legais. Insista em que a sua segurança financeira seja uma prioridade para o parceiro financeiro que escolher. Com o nosso crédito CREDIT-now, mais de 150 000 clientes na Suíça já beneficiam de um pacote de segurança otimizado. Este pacote inclui uma proteção do crédito em caso de morte, uma garantia da taxa de juro no caso do aumento do seu crédito atual no prazo de 12 meses, bem como um diferimento de duas prestações sem encargos de juros adicionais. Além disso, oferecemos ainda aos nossos clientes uma opção de amortização alargada. De acordo com a lei suíça sobre o crédito ao consumo, os consumidores têm um direito de resolução de 14 dias aquando da contratação de um crédito. No nosso pacote de segurança, este período é ampliado com dez dias adicionais, durante os quais pode reembolsar o seu crédito sem custos ou taxas adicionais.

O seu browser já não é suportado.

Está a utilizar uma versão de browser que já não suportamos. Recomendamos que atualize o seu browser. Recomendamos ainda que utilize um dos seguintes browsers:

Contacto

Questões relacionadas com crédito

0800 40 40 12

Chamada gratuita a partir da Suíça

Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Questões relacionadas com leasing

0800 40 40 43

Chamada gratuita a partir da Suíça

Segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

Segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

Combine um telefonema de resposta sem custos ou contacte-nos por escrito através do formulário de contacto.

Combinar um telefonema de resposta Formulário de contacto
Marcar data

Visite-nos numa das nossas filiais próxima de si. Teremos muito gosto em aconselhá-lo/a!

Marcar data
Encontrar filiais

Também estamos perto de si e prontos para o/a aconselhar.

Encontrar filiais
Frequently Asked Questions

Tem questões? Poderá encontrar uma resposta na nossa área de FAQ.

Todas as perguntas e respostas